pesquisa

O Grupo Gestor (GG) do projeto de internacionalização da UFU (UFU-CAPES.PrInt) divulgou o resultado das solicitações de bolsas no país e no exterior conforme previsto no Edital N° 01/2019.

O edital buscou selecionar bolsistas no Brasil e no Exterior para a realização de pesquisa em colaboração internacional. As bolsas no Brasil compreendem as seguintes modalidades: Professor visitante no Brasil; Jovem talento com experiência no exterior e Pós-doutorado com experiência no exterior. As bolsas no Exterior compreendem as seguintes modalidades: Doutorado sanduíche; Professor visitante no exterior sênior; Professor visitante no exterior júnior; Capacitação em cursos de curta duração no exterior.

Este é o primeiro lote de bolsas, porém há outras duas chamadas para serem relizadas no ano de 2019, portanto é importante que todos fiquem atentos os prazos e à documentação necessária.

O UFU-CAPES.PrInt está articulado em dois grandes temas: 1) Dinâmica Social, Qualidade de Vida e Saúde, dividido em cinco (5) projetos de colaboração internacional; e 2) Tecnologias Convergentes e Recursos Ambientais, com quatro (4) projetos de colaboração internacional.

O tema Dinâmica Social, Qualidade de vida e Saúde é composto dos seguintes projetos: P1-Construção de cidades saudáveis: saúde, população e dinâmica social ; P2-Os sistemas nacionais de ensino no espaço euro-americano: a educação comparada e a formação de políticas linguísticas; P3-Doenças infecciosas, inflamatórias e crônicas em um meio-ambiente em constante modificação afetando a saúde humana e animal; P4-Processos biomecânicos reabilitadores e reparadores em odontologia: impacto na saúde e na qualidade de vida das pessoas; e, P5-Inovações e desafios socioambientais na modernidade do cerrado brasileiro e seus vínculos com economia sustentável.

O tema Tecnologias Convergentes e Recursos Ambientais é composto dos seguintes projetos: P6-Novas tecnologias para produção, conversão e armazenamento de energia de forma sustentável e eficiente; P7-Novos materiais e tecnologias para a indústria e uma sociedade conectada; P8-Soluções tecnológicas para agropecuária e conservação ambiental; e P9-Tecnologias convergentes aplicadas à saúde e bem-estar.

As bolsas estão distribuidas entres os vários projetos de colaboração Internacional que compoem o UFU-CAPES.PrInt e em breve os professores, pesquisadores e estudantes selecionados iniciarão suas atividades. Veja abaixo a lista com os nomes dos selecionados.

O primeiro lote de bolsas no país e no exterior para professores, pesquisadores e estudantes foi divulgado
Resultado do Processo Seletivo de Bolsas

Visando contribuir para dar visibilidade às relações do trabalho do TAE com os objetivos institucionais do campo da pesquisa, além do fomento da iniciação e o fortalecimento da continuação das pesquisas realizadas pela categoria, a Diretoria de Pesquisa (DIRPE) e a Pró-reitora de Assistência Estudantil (PROAE) da UFU promovem o I Congresso de Pesquisa dos Técnicos Administrativos em Educação da UFU - I TAE's e o I Simpósio de Assistência Estudantil.

 

Os eventos ocorrerão nos dias 22, 23 e 24 de Maio de 2019, no anfiteatro do Bloco 8C, no Campus Umuarama da UFU e contará com a apresentação de estudos e pesquisas dos Técnicos Administrativos em Educação da UFU e, ainda, com a participação de diversos palestrantes.

 

O I TAE's abrangerá a apresentação de trabalhos de técnicos administrativos em educação e a vinda de diversos palestrantes que acrescentam na área de ensino e pesquisa, visando o fomento da iniciação e fortalecimento da continuação das pesquisas realizadas pela categoria. Os trabalhos (resumos) enviados e aprovados pela Comissão Científica serão publicados em um livro eletrônico de anais com DOI.

 

Link com todas as informações: https://taes.000webhostapp.com/index.html

E I Simpósio de Assistência Estudantil da UFU
Inscrições abertas
Lei n.º 13.243, de 11 de janeiro de 2016 - Código Nacional de Ciência, Tecnologia e Inovação
05/04/2018 - 09:50 - atualizado em 05/04/2018 - 10:01
Esta lei dispõe sobre estímulos ao desenvolvimento científico, à pesquisa, à capacitação científica e tecnológica e à inovação.
RESOLUÇÃO Nº 18/2015, DO CONSELHO DE PESQUISA E PÓS-GRADUAÇÃO
09/02/2018 - 13:32 - atualizado em 09/02/2018 - 13:32
Dispõe sobre a alteração de norma reguladora do Programa de Pós-Doutorado na Universidade Federal de Uberlândia.

Dia 21/11/2017

Auditório 5S - Campus Santa Mônica:

- 08:00 às 09:00h - Abertura com Apresentação Cultural da Orquestra Popular do Cerrado;

- 09:00 às 10:00h - Conferência com o Prof. Dr. Paulo Beirão (Diretor Científico da FAPEMIG), "A agenda da pesquisa, desenvolvimento e inovação em Minas Gerais;

- 10:00 às 11:00h - Debate;

- 14:00 às 15:00h - Lançamento do Livro "Boas práticas em inovação";

- 15:30 às 16:30h - Palestra com o Prof. Dr. Kleber Del Claro (Diretor de Pesquisa da UFU), "Fontes de financiamento para P, D & I e aspectos práticos na elaboração de projetos; 

- 16:30 às 17:30h - Debate;

- 19:00 às 20:30h - Mesa Redonda "Os desafios do novo marco legal da C, T & I para as ICT's com a Profª. Drº. Elza Fernandes de Araújo (Professora Titular aposentada da Universidade Federal de Viçosa). Drª. Bianca Duarte Teixeira Lobato (Procuradora Chefe da UFU), Prof. Dr. Thiago Paluma (Diretor da Agência Intelecto - Diretoria de Inovação e Transferência de Tecnologia da UFU);

- 20:30 às 21:30h - Debate.

Centro Esportivo Universitário (CEU) - Campus Santa Mõnica:

- 08:00 às 17:00h - Ciência Viva

Dia 22/11/2017

Auditório 5S - Campus Santa Mônica:

- 08:00 às 09:00h - Palestra com a Srª. Mila Batista Corrêa da Costa (Assembleia Legislativa de Minas Gerais), "Direitos culturais, patrimônio cultural e proteção ao conhecimento;

- 09:00 às 10:00h - O caso de empreendedorismo da Dreamshaper na Europa e no Brasil - Sr. João Martins Borges (Co-fundador e VP da Dreamshaper);

- 14:00 às 16:00h - Mesa Redonda "Experiências de transferência de tecnologia nas ICT's" com a Profª. Drª. Ana Lúcia V. Torkomian (Professora do Departamento de Engenharia de Produção da UFSCar e Diretora do FORTEC), Sr. Paulo do Carmo Martins (Chefe Geral da EMBRAPA Gado e Leite), Srª. Karla Bernardo M. Montenegro (Gerente do Sistema GESTEC/NIT/FIOCRUZ), Coordenação: Prof. Dr. Rodrigo Gava (Coordenador da Rede Mineira de Propriedade Intelectual);

- 16:00 às 17:00h - Debate;

- 19:00 às 20:00h - Mesa Redonda "Comportamento Empreendedor e Cidades Empreendedoras" com o Sr. José Mauro Floriano da Silva (Assessor Corporativo de Inovação - VP. Corporativa de Estratégia e Inovação - ALGAR), Sr. Flávio Resende Oliveira (Diretoria de Operações - Granja Marileusa - ALGAR), Sr. Dilson Dalpiaz (Secretário Municipal de Desenvolvimento Econômico, Inovação e Turismo), Profª. Drª. Michelle Castro Carrijo (Professora de Empreendedorismo da Faculdade de Gestão e Negócios - FAGEN, Conselho do CIAEM);

- 20:00 às 21:00h - Debate.

Auditório 3Q - Campus Santa Mônica:

- 16:00 às 17:00h – Palestra com o Prof. Dr. Kleber Del Claro (Diretor de Pesquisa da UFU) “ A Iniciação Científica no Ensino Médio”;

Centro Esportivo Universitário (CEU) - Campus Santa Mõnica:

- 08:00 às 17:00h - Ciência Viva

Dia 23/11/2017

Auditório 5O, Sala A 200 - Campus Santa Mônica:

- 08:00 às 11:00h - Oficina "O empreendedorismo como atitude diante da vida" - Instituto Alair Martins.

Auditório 3Q - Campus Santa Mônica:

- 12:00 às 13:00h - Palestra "Os desafios da ciência no Brasil com o Prof. Dr. Ildeu Moreira (Presidente da Sociedade Brasileira para o Progresso da Ciência - SBPC);

- 15h - Premiação da XII Ciência Viva.

Centro Esportivo Universitário (CEU) - Campus Santa Mõnica:

- 08:00 às 13:00h - Apresentação de Pôsteres do Programa Institucional de Bolsas de Iniciação Científica, Tecnológica e do Ensino Médio (PIBIC, PIBITI, BIC JR e PIBIC EM); do Programa de Educação Tutorial (PET);

- 13:00 às 18:00h - Apresentação de Pôsteres do Programa Institucional de Bolsas de Iniciação Científica, Tecnológica e do Ensino Médio (PIBIC, PIBITI, BIC JR e PIBIC EM); do Programa de Educação Tutorial (PET) e do Grupo de Estudo e Inovações Tecnológicas (GEPIT/ESEBA);

- 15:00 às 17:00h - IV Mostra Atitudes Empreendedoras - Instituto Alair Martins;

Centro de Convivência - Campus Santa Mônica:

- 18:00h - Encerramento do 7º Simpósio de Inovação e Desenvolvimento Tecnológico com Apresentação Cultural do Grupo EMCANTAR.

Dia 24/11/2017

- 08:00 às 13:00h - Apresentação de Pôsteres do Programa Institucional de Bolsas de Iniciação Científica, Tecnológica e do Ensino Médio (PIBIC, PIBITI, BIC JR e PIBIC EM); do Programa de Educação Tutorial (PET);

- 13:00 às 18:00h - Apresentação de Pôsteres do Programa Institucional de Bolsas de Iniciação Científica, Tecnológica e do Ensino Médio (PIBIC, PIBITI, BIC JR e PIBIC EM); do Programa de Educação Tutorial (PET).

Programação
Programação

A convite de nosso Pró-reitor de Pesquisa e Pós-Graduação, Prof. Dr. Carlos Henrique Carvalho, no dia 04 de Setembro receberemos na Sala de Conselhos da Reitoria da UFU uma comissão do CNPq.

A comitiva virá para discutir com nossos pesquisadores o financiamento à pesquisa e a prestação de contas via CNPq. Pensamos ser esta uma importante oportunidade de interação e conhecimento dessa renomada agência nacional e de como a UFU pode ampliar sua participação no sistema CNPq.

Alertamos também para o fato de que o CNPq vai destinar R$ 25,75 milhões para pesquisa em biomas e educação científica Coordenação de Comunicação Social do CNPq

http://www.cnpq.br/web/guest/noticiasviews/-/journal_content/56_INSTANCE_a6MO/10157/5809524

Caatinga, Cerrado, Mata Atlântica, Pampa e Pantanal ganharam, ao lado de baías fluviais e marinhas do litoral brasileiro, um novo caminho para pesquisa em busca de soluções de impacto social a partir interseção entre as seguranças hídrica, energética e alimentar. O ministro da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações, Gilberto Kassab, anunciou, nesta quarta-feira (16), chamadas públicas para projetos integrados e sustentáveis sobre os biomas. Os recursos integram um montante total de R$ 25,75 milhões, destinados a seis editais do Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq), que apoiam, também, feiras, mostras e olimpíadas científicas, além da implantação de redes de inventário da biota na Amazônia Legal.

As quatro chamadas voltadas a biomas e baías remetem à Estratégia Nacional de Ciência, Tecnologia e Inovação (Encti), válida de 2016 a 2022, e à Agenda 2030 e seus 17 Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS), estabelecidos pela Organização das Nações Unidas (ONU).

Cordialmente,

--

Prof. Dr. Kleber Del Claro

Diretor de Pesquisa / Director of Research Pró-Reitoria de Pesquisa e Pós-Graduação Universidade Federal de Uberlândia

Visita técnica
CNPQ-UFU

Estudantes que participam de programa de iniciação científica enquanto estão na graduação têm uma chance 2,2 vezes maior de completar o mestrado e 1,5 maior de concluir o doutorado, quando comparados aos alunos que não participam do programa.

O resultado está no estudo inédito “A formação de novos quadros para CT&I (Ciência, Tecnologia e Inovação): avaliação do Programa Institucional de Bolsas de Iniciação Científica (Pibic)”, divulgado hoje (25), em Brasília, pelo Centro de Gestão e Estudos Estratégicos (Cgee), do Ministério da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações.

A pesquisa mostra ainda que os estudantes que receberam bolsa Pibic concluíram a graduação em média um pouco mais jovens (23,9 anos) em comparação com os não bolsistas (24,8 anos).

"Além de beneficiar os bolsistas, a iniciação científica gera maior eficiência do sistema, encurtando os processos. Temos também mais chance de levar os estudantes à conclusão satisfatória", disse o presidente do Cgee, Mariano Laplane. "É um programa importante, que tem efeitos positivos. Deve ser mantido e ampliado", afirmou.

Bolsas do Pibic

O Pibic é um programa do Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq), também vinculado ao Ministério da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações, que oferece bolsas de R$ 400 por mês para estudantes desenvolverem pesquisas científicas.

As bolsas são concedidas diretamente às instituições, que são responsáveis pela seleção dos projetos dos pesquisadores e orientadores interessados em participar do programa. Os estudantes tornam-se bolsistas a partir da indicação dos orientadores. O programa existe desde os anos 1980.

Os resultados demonstram que os egressos do Pibic - mesmo isolados os efeitos das outras variáveis, como concluir a pós-graduação, idade, gênero e áreas do conhecimento - apresentaram uma remuneração um pouco maior, de 5%, quando comparados com os alunos que não foram contemplados pelo programa. A diferenciação maior na remuneração, no entanto, ocorrerá com a conclusão do mestrado e doutorado.

Além disso, o programa também tem outros efeitos no aprendizado para além do objeto de pesquisa. Ao todo, 56% dos bolsistas declararam que as atividades de iniciação levaram a ter contato com outra língua - em sua grande maioria, por meio da leitura de textos. E mais: 58% dos bolsistas disseram ter tido a oportunidade de divulgar os resultados de sua pesquisa; dentro desse grupo, 76% divulgaram em eventos voltados para a iniciação científica; 19% em eventos nacionais e 5% apresentaram trabalhos em eventos internacionais.

A publicação de resultados a partir das atividades de pesquisa é um evento mais raro. Ao todo, apenas 19% dos bolsistas relataram a publicação de resultados do projeto. Dentro desse grupo, 15% reportaram publicação em revistas internacionais.

Números

O Pibic apresentou - entre 2001 e 2013 - expansão do número de bolsas de 14,5 mil para 24,3 mil, um crescimento de 67%, representando 81% das bolsas de iniciação científica dadas pelo CNPq no final do período, contra 77% no início.

Em 2007, o CNPq utilizou também o sistema de parcerias para lançar um programa semelhante, voltado para a concessão de bolsas de iniciação tecnológica, o chamado Programa Institucional de Bolsas de Iniciação Tecnológica-Pibiti), que passou a ser, em 2013, o segundo maior programa em número de bolsas para alunos da graduação do CNPq, atingindo 3.392 bolsas.

Apesar de expressivo, o crescimento do Pibic e do conjunto de bolsas de iniciação científica e Pibiti está aquém da expansão das matrículas de graduação no setor público, que cresceram 104% no período, e de pós-graduação, com expansão de 116%.

Segundo a Coordenadora de Programas Acadêmicos do CNPq, Lucimar Almeida, em 2017, são 24.210 bolsas mantidas pelo Pibic, número que se mantém praticamente estagnado desde 2010, assim como o valor pago aos bolsistas: R$ 400. "Para nós, o mais importante é a formação e não o valor em si. Seria importante a expansão do programa, mas de maneira sustentável", disse.

O presidente do CNPq, Mario Neto Borges, afirmou que, mesmo com os cortes orçamentários, as bolsas e os programas em andamento serão mantidos. "Todas as bolsas estão sendo distribuídas normalmente, mesmo com o contingenciamento [bloqueio de dotações orçamentárias] de março, não haverá nenhum corte de bolsa e nenhuma interrupção em projeto em andamento. O que vamos fazer é ajustar os programas do CNPq à nova realidade orçamentária. Mas o CNPq mantém todas as bolas em andamento", finalizou.  

 Mariana Tokarnia - Repórter da Agência Brasil

Edição Kleber Sampaio

Fonte: http://m.agenciabrasil.ebc.com.br/

 

Pesquisa
Iniciação Científica

No dia 06/04/2017, quinta-feira, a Diretoria de Pesquisa da Universidade Federal de Uberlândia fez uma visita técnica a Pró-Reitoria de Pesquisa da UNICAMP. Essa cooperação entre UFU e UNICAMP visa a modernização de todo o sistema de Iniciação Científica da UFU, que atualmente é gerenciado pelo Segpropp. Ressaltamos nossos agradecimentos a UNICAMP, principalmente a Srta Miriam Marcançola que nos recebeu tão bem. 

 

 

UFU e UNICAMP
Iniciação Científica

A Pró-Reitoria de Pesquisa e Pós-Graduação (PROPP) visitou à FINEP (Financiadora de Estudos e Projetos), juntamente com a FAU (Fundação de Apoio Universitário), em busca de recursos para a Pesquisa na UFU e soluções para questões importantes. É importante ressaltar que somente nesse ano (2017) a FINEP já desembolsou mais de 4 milhões de reais para a UFU.

Nas fotos acima estão presentes: 

 

Prof. Dr. Carlos Henrique de Carvalho - Pró-Reitor de Pesquisa e Pós-Graduação;

Prof. Dr. Kleber Del Claro - Diretor de Pesquisa;

Cibele Januário Faria e Lílian Catherine Soares de Castro Miranda da Fundação de Apoio Universitário;

Ricardo Rosa - Superintendente da área de Desenvolvimento Científico da FINEP; 

Nilo Aurnheimer - Analista Depto. Pesquisa Científica;

Ana Rosado -Depto. Pesquisa Científica e 

Wanderley de Souza - Diretor Científico e Tecnológico da FINEP.

PROPP/FAU/FINEP
Visita técnica

PROPP divulga o Resultado do Edital do Programa de Tutoria Acadêmico/Científica na Graduação:

A lista em anexo relaciona os aprovados no edital DOUTOR LEGAL que deverão preencher o Termo de Concordância em Participar no Programa Doutor Legal (anexo II do edital), disponível no site da PROPP (http://www.propp.ufu.br/acontece/2017/02/propp-divulga-edital-de-tutoria-academicocientifica-doutor-legal), e salvá-lo no formato PDF. O envio do termo ocorrerá do dia 24/03/2017 a 20/04/2017, através do e-mail doutorlegal@propp.ufu.br. O assunto deverá ser preenchido como "Termo de Concordância - Doutor Legal". O não envio do termo nestas datas implicará em desistência da proposta.

Eventuais recursos de candidatos não aprovados deverão ser encaminhados exclusivamente para o doutorlegal@propp.ufu.br  nos dias 27 e 28/03/2017 em formulário próprio (anexo III do edital - Modelo de recurso). O assunto deverá ser preenchido como "Recurso - Doutor Legal".

Dúvidas deverão ser esclarecidas unicamente através do e-mail doutorlegal@propp.ufu.br

 


 

 

Resultado Edital 01/2017
Doutor Legal