Perguntas frequentes
09/10/2018 - 15:49 - atualizado em 09/10/2018 - 15:49

O pedido de patente que possuir a data de depósito mais antiga terá direito a patente, independentemente da data de invenção ou de criação. Salvo prova em contrário, presume-se o requerente legitimado a obter a patente, caso contrário, o inventor poderá, alternativamente, reivindicar, em ação judicial, a adjudicação da patente.

08/10/2018 - 17:18 - atualizado em 08/10/2018 - 17:18

Sim. Toda a legislação interna é regimentada pelas seguintes leis: Lei Federal nº 10.973/2004 (Lei da Inovação); Lei Federal nº 9.279/96 (Lei de Propriedade Industrial) e pela Resolução nº 08/2006 do Conselho Universitário da UFU.

03/03/2015 - 14:25 - atualizado em 03/03/2015 - 14:25

Não. O item que estiver no orçamento deverá atender ao que está descrito na proposta que foi enviada a FINEP. Somente poderá ser feita alteração de item após solicitação de remanejamento financeiro à agência de fomento e recebimento da aprovação da entidade.

03/03/2015 - 14:26 - atualizado em 03/03/2015 - 14:26

Não. O item que estiver no orçamento deverá atender ao que está descrito na proposta que foi enviada a FINEP. Somente poderá ser feita alteração de item após solicitação de remanejamento financeiro à agência de fomento e recebimento da aprovação da entidade.

08/10/2018 - 17:16 - atualizado em 08/10/2018 - 17:16

O público atendido pela Agência é a comunidade de pesquisadores da UFU e as empresas interessadas em fazer parcerias com a Universidade. A Missão da Agência Intelecto é promover e cuidar da proteção legal do conhecimento gerado na UFU, estimular e orientar a transferência dessa tecnologia protegida para o setor produtivo, além de disseminar a cultura da inovação e da propriedade intelectual junto à comunidade acadêmica.

02/03/2015 - 16:20 - atualizado em 02/03/2015 - 16:20

A cada quatro meses, o orientador deverá submeter no sistema SEGPROPP uma Ficha Quadrimestral ou um Relatório.

1) 4 meses: Primeira Ficha Quadrimestral

2) 8 meses: Segunda Ficha Quadrimestral

3) 12 meses: Relatório Técnico Final

Tópicos: 
02/03/2015 - 16:14 - atualizado em 02/03/2015 - 16:15

A cada três meses, o aluno deverá submeter no sistema SEGPROPP, um Relatório ou uma Ficha Trimestral para a apreciação do orientador.

1) 3 meses: Primeira Ficha Trimestral (preencher campos no próprio sistema)

2) 6 meses: Relatório Técnico Parcial (anexar documento em pdf)

3) 9 meses: Segunda Ficha Trimestral (preencher campos no próprio sistema)

4) 12 meses: Relatório Técnico Final (preencher campos no próprio sistema)

Tópicos: 
05/03/2015 - 15:16 - atualizado em 05/03/2015 - 15:16

A cada três meses, o aluno deverá submeter no sistema SEGPROPP, um Relatório ou uma Ficha Trimestral para a apreciação do orientador.

1) 3 meses: Primeira Ficha Trimestral (preencher campos no próprio sistema)

2) 6 meses: Relatório Técnico Parcial (anexar documento em pdf)

3) 9 meses: Segunda Ficha Trimestral (preencher campos no próprio sistema)

4) 12 meses: Relatório Técnico Final (preencher campos no próprio sistema)

03/03/2015 - 16:22 - atualizado em 03/03/2015 - 16:22

 teste

03/03/2015 - 16:32 - atualizado em 13/04/2015 - 08:19

Os interessados em aderir ao sistema financiar na universidade federal de uberlândia devem solicitar o seu cadastro enviando um e-mail ou  um m.i para agência intelelcto (diretoria de inovação e transferência de tecnologia), contendo os seguintes dados:

  •  nome completo
  •  matrícula siape
  •  e-mail (preferencialmente instituicional)
  •  unidae de trabalho
  •  área de pesquisa


O e-email para envio dos dados é: adiminist@intelecto.ufu.br  ou helton@intelecto.ufu.br
O M.I. deverá ser encaminhado em nome do diretor da agência intelecto.

 

08/10/2018 - 17:15 - atualizado em 08/10/2018 - 17:19

Em fevereiro de 2005, a UFU criou o Núcleo de Apoio a Patentes e à Inovação, com apoio do CNPq. O Núcleo foi institucionalizado em agosto de 2006, com a aprovação no CONSUN da Resolução nº 08/2006, passando a se chamar Agência Intelecto.

03/03/2015 - 14:39 - atualizado em 03/03/2015 - 14:46

As instruções detalhadas constam no Regulamento do Programa.

1. Alunos de cursos de doutorado habilitados devem reunir a documentação necessária para a seleção prévia na IES e encaminhá-la ao coordenador do programa de pós-graduação.

2. A coordenação do programa de pós-graduação irá compor uma comissão para análise das propostas e escolherá os candidatos aptos a participar.

3. O candidato apto faz sua Inscrição Online no site da CAPES.

4. A Pró-Reitoria homologa e envia a relação dos inscritos para CAPES.

5. A CAPES emite a carta de concessão.

6. Pró-Reitoria encaminha a Carta de Concessão ao aluno.

7. Aluno aprovado envia a documentação online para Implementação da bolsa.

 

Tópicos: 
09/10/2018 - 15:53 - atualizado em 09/10/2018 - 15:53

É possível a proteção da invenção no estrangeiro pelas seguintes formas:

  • Solicitando um depósito em cada país onde se deseja a proteção
  • Solicitando um depósito de patente regional como no escritório europeu de patentes (EPO) ou convenção africana de patentes ARIPO e OAPI
  • Solicitando uma patente através do Programa de Cooperação em matéria de Patentes PCT e fazer as respectivas designações dos países onde se deseja a proteção. Posteriormente deve-se prosseguir com os trâmites nacionais de cada um dos países
03/03/2015 - 14:16 - atualizado em 03/03/2015 - 14:16

Facultativo. É dispensável a licitação para a aquisição de bens e insumos destinados exclusivamente à pesquisa científica e tecnológica com recursos concedidos pela Capes, pela Finep, pelo CNPq ou por outras instituições de fomento a pesquisa credenciadas pelo CNPq para esse fim específico (Lei de Licitações – 8.666/93, Art. 24, XXI). O traço comum nas hipóteses de dispensa de licitação prende-se ao fato de que a competição, em tese, revela-se possível, sendo, como consequência, também possível a abertura de licitação. Em outras palavras, em se tratando de dispensa de licitação, a abertura de licitação é uma faculdade e não uma obrigação para o administrador. Desta forma, o coordenador do subprojeto poderá solicitar a compra de determinado equipamento com a dispensa de licitação (justificando tecnicamente o porquê da escolha do equipamento e da dispensa de licitação) ou através de licitação (anexando três orçamentos ou solicitando a abertura de processo licitatório).

02/03/2015 - 16:07 - atualizado em 02/03/2015 - 16:07

Não. O aluno, juntamente com o orientador têm liberdade para fazer os relatórios, todavia, é necessário seguir as normas da ABNT.

Tópicos: 
02/03/2015 - 16:40 - atualizado em 02/03/2015 - 16:40

Sim, contudo a renovação não é automática, o aluno deverá submeter novamente o projeto, podendo ser o mesmo ou outro projeto, outro plano de trabalho que contemple o novo período e se atente para marcar a opção renovação de bolsa no momento da inscrição da proposta no sistema.  Além disso, a renovação somente é permitida no mesmo órgão de fomento, isto é, se a bolsa é FAPEMIG, a renovação terá que ocorrer por edital FAPEMIG.

 

03/03/2015 - 14:27 - atualizado em 03/03/2015 - 14:27

Muitas vezes ocorrem variações no texto de especificação apresentados na proposta e o texto apresentado na proforma, entretanto o item que estiver no orçamento deverá atender ao que está descrito na proposta que foi enviada a FINEP. Somente poderá ser feita alteração de item após solicitação de remanejamento financeiro à agência de fomento e recebimento da aprovação da entidade.

09/10/2018 - 15:46 - atualizado em 09/10/2018 - 15:46
  • Requerimento 
  • Relatório descritivo
  • Reivindicações
  • Desenhos, se for o caso (obrigatório no caso de modelo de utilidade)
  • Resumo

+ Comprovante do pagamento da retribuição relativa ao depósito

08/10/2018 - 17:13 - atualizado em 08/10/2018 - 17:13

É a Diretoria de Inovação e Transferência de Tecnologia da Universidade Federal de Uberlândia. Uma Diretoria ligada à PROPP (Pró-Reitoria de Pesquisa e Pós-Graduação) que faz as vias de Núcleo de Inovação Tecnológica (NIT) da UFU, como definido na Lei de Inovação (Lei nº 10.973/2004) como sendo o núcleo ou órgão constituído por uma ou mais Instituição Científica e Tecnológica (ICT) com a finalidade de gerir sua política de inovação e propriedade intelectual.

03/03/2015 - 14:48 - atualizado em 03/03/2015 - 16:11

A Revista Horizonte Científico é um veículo de divulgação da produção acadêmica gerada nos programas de iniciação científica da Universidade Federal de Uberlândia.